Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Equipamentos adquiridos após minissérie beneficiam Estação Experimental

Notícias

Equipamentos adquiridos após minissérie beneficiam Estação Experimental

Um ano depois de concluídas as filmagens da minissérie “Onde Nascem os Fortes”, produzida e exibida pela Rede Globo de Televisão, cujas principais cenas foram filmadas na Estação Experimental Pendência, em Soledade, no Cariri da Paraíba, recursos na ordem de R$ 100 mil obtidos no encerramento das gravações foram revertidos em equipamentos para a Estação Experimental. No local, são desenvolvidas pesquisas de melhoramento genético em caprinos e ovinos. 

PENDENCIA CENARIO 23 05.JPGCom o dinheiro obtido a partir da parceria, foram adquiridos uma ordenhadeira mecânica para cabras, um dessalinizador automático com capacidade de 4.000 litros/horas, Phmetro digital para carne e leite, paquímetro digital, retroprojetor de última geração (Wi-fi), 40 cadeiras para o auditório, três mesas, uma máquina de solda trifásica, um compressor de ar e um ar-condicionado de 9.000 BTUs. “A empresa priorizou a compra da ordenhadeira mecânica, que está sendo de grande importância para a realização das ordenhas de nosso rebanho caprino”, comentou o gerente da Estação Experimental Pendência, Leonardo Medeiros.

A ordenhadeira tem capacidade para fazer a ordenha de quatro animais simultaneamente e com esse equipamento será possível melhorar a qualidade do leite, ampliando de forma significativa as pesquisas sobre o melhoramento genético de caprinos e ovinos, que já são reconhecidas em todo o País.              

DURE.jpegAs gravações não trouxeram qualquer tipo de impedimentos ao bom andamento dos trabalhos de pesquisas e atividades administravas da estação, vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap).

“Podemos destacar a forma como cuidaram das instalações físicas utilizadas e as áreas transformadas em cenários para as filmagens, inclusive deixando tudo em perfeito estado de conservação, além de proporcionar como resultado o repasse de recursos que ajudaram na compra dos equipamentos”, afirmou Leonardo.

O presidente da Empaer e da Asbraer, Nivaldo Magalhães, lembrou que as parcerias sempre trazem enormes benefícios para a empresa e para o andamento das pesquisas, além de tornar ainda mais conhecidos os trabalhos ali realizados pelos pesquisadores, reconhecidos como importantes para a melhoria do rebanho da caprinovinocultura da Paraíba e, consequentemente, do Nordeste.

O diretor de Pesquisa Agropecuária da Empaer, Manuel Almeida acompanhou todo o processo de instalação da ordenhadeira, que considera mais um passo importante para avançar com as pesquisas na estação.

Voltar para o topo
Secretaria de Estado da Comunicação Institucional