Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Estações de pesquisas da Empaer iniciam plantio de sorgo para ração animal

Notícias

Estações de pesquisas da Empaer iniciam plantio de sorgo para ração animal

As Estações Experimentais da Empaer iniciaram, nesta semana, o plantio de novas áreas de sorgo, visando repor os estoques de feno para a alimentação dos animais em período de estiagem.  

Na Estação Experimental Benjamim Maranhão, em Tacima, foram iniciados os trabalhos de preparação da terra para o plantio de 15 hectares de sorgo. Na Estação Experimental de Pendência, município de Soledade, estão sendo plantados sorgo e milho em 20 hectares, e na Estação Experimental de Alagoinha a previsão é de que sejam cultivados 7 hectares.

Também na Estação Experimental de Umbuzeiro vem sendo cultivado uma grande área com capim elefante. Em Pendência, como também em Tacima, todos os anos são cultivados sorgo e milho, por exemplo, como reforço da ração dos rebanhos, sobretudo em período de longas estiagens.

Sorgo.2-04-03.jpgEste trabalho de produzir ração e armazenar tem permitido, inclusive, que a Empaer contribua com pequenos criadores, fornecendo o excedente do feno em silagem. Foi o caso da Estação Experimental Epitácio Pessoa que recentemente fez a doação de 55 toneladas de capim Elefante para 40 pequenos criadores das comunidades de Açudinho, Curral do Saco e Alecrim, município de Umbuzeiro. Agreste paraibano.

Ressalte-se que em Alagoinha, com bastante êxito, vem sendo executado há três anos o sistema integrado de lavoura, pecuária e floresta, também com o apoio do Governo do Estado por meio da Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (Empaer) na Estação Experimental de Alagoinha, em uma ação de parceria com a Embrapa Algodão, Embrapa Solos e UFPB. Este projeto cria condições de alimentar os animais a pasto, sem nenhum prejuízo ao andamento das pesquisas.

Voltar para o topo
Secretaria de Estado da Comunicação Institucional