Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Pesquisadores da Empaer mostrarão pesquisa sobre palma durante dia de campo

Notícias

Pesquisadores da Empaer mostrarão pesquisa sobre palma durante dia de campo

Os resultados de pesquisa que apontam melhores condições para a produção de palma forrageira destinada à alimentação animal, sobretudo em períodos de longas estiagens, serão apresentados durante Dia de Campo que o Governo do Estado realizado, na quinta-feira, dia 7, na Estação Experimental Pendência, em Soledade, quando outros temas sobre esta cultura foram apresentados.

        A Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (Empaer/vinculada à Sedap), têm intensificado os trabalhos de pesquisas visando melhor o cultivo da palma forrageira, como níveis de adubação, genótipos resistentes às pragas e doenças, densidades de plantios, irrigação, mecanização de plantio e colheita, freqüência de colheita e algumas estratégias de uso da palma na alimentação de bovinos, caprinos, ovinos e suínos, o que tem proporcionado maior eficiência na produção animal no semiárido.

       DSC_0202 PALMA 21-11.JPG A pesquisa foi realizada, em condições de campo, na Estação Experimental Benjamim Maranhão em Tacima, conduzida pelos pesquisadores João Paulo de Farias Ramos, Edson Mauro Santos e Felipe Cartaxo com foco para as diferentes fases de colheitas: semestral, anual e a cada dois anos. Destacaram que os resultados dessa pesquisa são positivos, pois a palma pode ser considerada uma planta produtora de água e neste sistema pode ser ensilada na forma de silagem, como forma de ração completa.

        O gerente da Pesquisa da Empaer Wandrick Hauss de Sousa lembrou que, em situações nas quais o produtor não faz reserva de forragem durante o ano, é possível produzir eficientemente ovinos, bovinos, caprinos em confinamento com dietas à base de palma forrageira. “Mesmo em face da estiagem, mas tendo a palma forrageira como reserva alimentar, o criador continuará com seu plantel de animais sendo alimentados”, comentou.

        DSC_0203PALMA21-11.JPGO diretor de Pesquisa da Empaer, Manuel Duré destacou que vem sendo difundidas junto aos criadores novas variedades de palma resistente à Cochonilha do carmim, combater praga que ataca as plantações. Lembrou que a Empaer realizou pesquisas sobre a produção de palma forrageira resistente à Cochonilha do carmim, já disponibilizada para os criadores de todo o estado.

        Para o presidente da Empaer, Nivaldo Magalhães, que também preside a Asbraer, destacou o esforço e a dedicação dos pesquisadores que buscam contribuir para a geração de suporte alimentar dos rebanhos, a exemplo desta sobre a produção de palma forrageira.

        O evento – O Dia de Campo foi uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (Empaer), contando com o apoio de vários parceiros. Realizado na quinta-feira, dia 7, na Estação Experimental Pendência, a partir das 8h30, quando reuniu pesquisadores, extensionistas e criadores interessados em conhecer as oportunidades de melhoramento da produção de palma forrageira.

Os temas abordados foram os seguintes: Banco Ativo de Germoplasma de Melhoramento Genético da Palma, Avaliação Agronômica Cultivo de Sequeiro da Palma, Controle de Plantas Daninhas, Estratégias de Uso da Palma na Alimentação Animal e Mecanização da Palma.

Voltar para o topo
Secretaria de Estado da Comunicação Institucional